7 de jul de 2014

Futebol e vida - Goleiro


Goleiro é o diferente do futebol.
Futebol. O nome do jogo já diz que é um esporte para ser jogado com os pés.
Goleiro é o único que joga, prioritariamente, com as mãos.
O objetivo do futebol é o gol. Gol é a alegria de todo amante de futebol.
Goleiro tem como objetivo evitar o gol.
Futebol é um esporte coletivo, de grupo, de divisão de tarefas. Goleiro é solitário.
Muito famosa a expressão 'lugar maldito' para o espaço utilizado pelo goleiro.
O atacante sempre espera uma oportunidade para definir, o meio campo, os da criação, num lance em meio a tantos outros, desfilam suas habilidades. Os defensores esperam e confiam na cobertura, mas o goleiro... Goleiro é o único que não pode errar. Numa linguagem mais antiga, era chamado de guarda metas.
Todo jogo começa com igualdade no placar. São atitudes díspares com coragem ou o medo, a atrevimento ou o comportamento que definem o resultado da equipe. Mas, tudo depende dele, como diz a outra máxima: todo grande time começa com um grande goleiro.
A escolha de ser goleiro, para quem quer jogar, não costuma durar muito tempo. Alguns querem ser goleiro pela liberdade de escolher o uniforme, outros para plasticidade das defesas e até pela isenção do pagamento. Mas isso demora até a primeira 'bolada', o primeiro tombo, a primeira reclamação da equipe.
Ser goleiro é um estilo de vida.
Ser goleiro é se dispor a enfrentar críticas, assumir a culpa, chamar para si a responsabilidade. Ser goleiro é ser capaz de enfrentar suas limitações e procurar aperfeiçoá-las com treino, observação e teimosia. Ser goleiro é vibrar sozinho na hora do gol. Ser goleiro é sempre levar a culpa quando o time perde e ser ignorado quando a equipe vence.
Goleiro precisa aprender sempre. Exatamente por isso que dizem que goleiro é bom depois de um tempo. Goleiro carrega o desafio que sempre é possível melhorar, que não existe bola indefensável e que não dá pra viver de passado. Ser goleiro é aprender que nenhuma bola é fácil. O grande pesadelo do goleiro é o 'frango', a falha gritante a bola facilmente defensável. Ate neste momento extremo goleiro tem que ser forte. Não há intervalo entre a falha e a superação dela durante uma partida.Ser goleiro é entender que a reação deve ser sempre mais rápida, que não existe descanso no jogo, que a orientação da defesa é responsabilidade sua, que ele é o dono da área e que depois disso tudo ele é apenas mais um na equipe.
Ser goleiro é quase ser um super herói. Ele voa. Ele está sempre no lugar certo, na hora certa. Ele sempre tenta evitar a derrota. Ele sempre se levanta disposto a defender a equipe.
Acima de tudo, goleiro não é quem fala, goleiro é quem faz. Quem tem coragem de defender o que crê e que luta, e se entrega, pelo que acredita. Isso não é apenas desafio de goleiro, é coisa de gente.



...não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, 
mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficam para trás 
e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, 
a fim de ganha o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.
Todos nós alcançamos a maduridade devemos ver as coisas dessa forma, 
e se em algum aspecto vocês pensam de modo diferente, 
isso também Deus lhes esclarecerá.
Tão-somente vivamos de acordo com o que já alcançamos.
Filipenses 3.13-16