27 de ago de 2012

Salmo do Renato Curty


Salmo do Pescador

Temos uma vida como um barco que navega. O Senhor criou o rio, as margens, as curvas, o que há debaixo da água, a correnteza e tudo o que se vê acima. Ele é o criador.

Navegando, somos como Moisés embalado. Era um cesto de junco, porém suficiente porque seguia com a fé de uma mãe aflita. Era betume que impedia da água entrar, mas também as orações que saiam de um coração contrito, suplicando para que as ondas não rugissem mais alto. YHWH Jireh.

Seguindo seu curso, o barco cresce tanto quanto a fé que foi dada a cada um. Mas isso não vai fazer muita diferença, pois importa mais quem estará no seu barco, quem serão seus hóspedes. Um é especial. Ter Ele contigo é tudo, não tê-lo é nada. Yeshua, doce nome, Ele acalma o mar. Ele te guia, olhando nos seus olhos e, convicto, pede que não se agite seu coração pela violência da maré da vida. Sim, é Ele quem confirma seus passos.

Que homem é este que manda até no vento e nas ondas?! É Cristo, o filho do Deus vivo.

Glória ao Pai, que agiu com justiça para com os homens, que é justo comigo e contigo.

Glória ao Filho, que eliminou a inimizade entre mim e ti, e nós contra Deus. É seu amor que nos motiva.

Glória ao Espírito Santo, pelo qual somos chamados um, em uma só esperança, sob um só Senhor, que nos conhece pelo nome e nos trata como verdadeiros amigos.

Até a chegada daquele glorioso dia, em que o mar já não vai mais existir. Secarão suas tenebrosas ondas e levarão consigo nossas lágrimas (cada uma delas). E seu reino jamais terá fim.

Espere no Senhor, pois é o único que garante sua pesca. Espere no Senhor.


Renato é nosso parceiro de estudos, gosta de escrever e foi um dos primeiros a se engajarem nesse trabalho proposto no trimestre passado para confecção de um salmo. Deixou na gaveta, ou no fundo do coração, para trazer à tona tanto conteúdo e sentimento.
Minha homenagem fica por conta da interpretação extraordinária de William Turner, no quadro "tempestade".
Valeu Renato!

6 de ago de 2012

O semeador e a semente


Jesus contava histórias.
Gosto de pensar em Jesus como gente boa, gente que gostava de contar 'causos'.
Sem agredir, sem fugir do assunto e, ao mesmo tempo, sem aprovar o procedimento errado.
Creio que Jesus contava histórias para estimular o raciocínio.
Acredito mesmo que ele fazia isso porque sabia que ninguém pode mudar o outro a menos que a própria pessoa se disponha à mudança.
Uma das histórias que Jesus contou que mais povoou meus pensamentos durante o último mês foi a do semeador. Um grupo bom de pessoas, de minha igreja, saiu para compartilhar a vida que Jesus pode dar. Eles fizeram isso lá na região amazônica. Deixaram tudo por aqui para anunciarem o Evangelho (boa notícia). Foi por isso, que parei para pensar nesse exercício de semear. Especialmente levando em consideração o contexto da história contada por Jesus,
"um semeador saiu a semear..."
Ao semeador cabe o exercício da semeadura.
É tarefa do semeador semear.
Na história de Jesus o semeador não é lavrador, nela o semeador é um andarilho.
É a prática da semeadura que dá sentido ao semeador.
Semeador não tem nome, semeador tem a semente.
O semeador conhece a semente e a espalha em todo tipo de solo.
O semeador só semeia o que tem.
Jesus explica o significado dos diferentes terrenos. Terreno, na história de Jesus, são corações. A semente, são os seus ensinamentos, sua Palavra
Mas, e o semeador?
Em minha leitura, todos semeamos. Semeamos o que levamos. Semeamos onde estivermos.
Nossos gestos, nossa vida é uma semeadura constante.
Até o que não semeia nada está se mostrando um tipo de semeador.
Minha oração é que Deus me dê um coração sensível a esta realidade e me conduza a caminhos onde a semeadura seja produtiva.

Fiz este desenho com tinta acrílica sobre papel krafft 300gramas

25 de jul de 2012

Como agradecer?

A família do Damião e da Dayse fizeram um voto de agradecimento pela recuperação do Damião. Ele se recuperou de uma Leucemia e, cerca de um ano depois do agradabilíssimo diagnostico da cura, Damião foi vítima de um assalto com tamanha agressividade, que por um milagre, sua vida foi preservada. Deus lhe deu livramento.  Além disso tudo, Dayse também passou por uma cirurgia e, graças ao Grande médico dos médicos, está se recuperando muito bem. Se não bastasse, o Senhor estimulou, habilitou e capacitou a Eve, filha deles, para conquistar  uma vaga na melhor universidade dos EUA. Glórias a Deus!
Fui convidado à participar do culto e compartilhei essa reflexão - Salmo 116:

Estudo Filipenses 1

Durante a campanha missionária de nossa igreja IMPACTO AMAZONAS tive a honra e a imensa responsabilidade de dirigir os Encontros de Comunhão na IBBT.
Vou postar os slides com o esboço do estudo que desenvolvi.

Clique aqui



18 de jul de 2012

Casamento na Roma antiga


Ao contrário do que ocorria na Grécia, em Roma o sexo estava intimamente ligado a religião. Por exemplo, Juno era a protetora das funções sexuais femininas e Priapo (é claro que não vou postar a imagem. rs,rs), representado por um gigantesco falo preso à face humana, era associado à fertilidade e fecundidade em geral. 
O Casamento, como cerimônia, apareceu na Roma antiga. Era costume antes 'da consumação do casamento", instruir a noiva quanto aos seus deveres conjugais. O ritual do defloramento era muito importante. Em certos casos, a noiva sentava-se sobre o falo de um Deus da fertilidade - Mutunus Tutunus.
Existiam duas formas jurídicas de casamento. O cum manum e o sine manum.
Cum manum - a mulher passava da autoridade do pai para a do marido. Era a forma de casamento autocrática. Neste caso, a mulher não tinha qualquer tipo de direito sobre seus bens, ou mesmo, sobre sua própria vida.
Sine manu - A mulher permanecia sobre a tutela de seu pai, poderia dispor de seus bens e receber heranças. Em caso de divórcio, o dote não ficaria por completo para o marido.
O homem poderia ter atividade sexual extraconjugal, embora não pudesse ter uma ligação fixa. Já à mulher era exigida a fidelidade. Uma mulher casada, em Roma, era profundamente respeitada. Ela tomava conta dos escravos, fazia refeições com o marido, tinha acesso ao teatro e aos tribunais. Era uma verdadeira administradora da família.

17 de jul de 2012

Casamento na Grécia


O casamento em terras gregas começava com uma reunião (noivado?), na qual o tutor - o pai da menina - negociava com o futuro noivo questões financeiras e sociais. É claro que esta negociação poderia durar muito tempo. Não há relatos da presença de sacerdotes nessas festas. Na véspera da cerimônia as famílias envolvidas realizavam sacrifícios a deuses como Hera e Zeus (deuses do casamento), a Ártemis (deusa da virgindade) e a Ilítia (protetora dos partos). Era comum a noiva, que tinha entre 14 e 18 anos oferecer sues brinquedos, marcando o fim de sua infância e, junto ao noivo, se banhava num ritual de purificação. Não posso esquecer de informar que o noivo estava com idade próxima aos 30 anos. Acontecia também casamento entre primos,tios e sobrinhos e até meio-irmãos (desde que não tivessem o mesmo pai). A poligamia não era bem vista, era considerada até mesmo bárbara.

16 de jul de 2012

A Lei e a prática

A Lei diz:
Também o homem que adulterar com a mulher de outro, havendo adulterado com a mulher do seu próximo, certamente morrerá o adúltero e a adúltera. (Levítico 20.10)
Agora, pense comigo, onde estava o 'cidadão' se só a mulher iria ser apedrejada?


Essa maravilhosa escultura de Rodolfo Bernardelli está exposta no Museu Nacional de Belas Artes, na Av. Rio Branco, no centro da nossa cidade. Fico impressionado cada vez que vou ao Museu e observo os detalhes caprichosamente arrancados do mármore. O artista é um mexicano, que estudou em Roma e foi professor na Academia do Museu 1881-1884. Naturalizou-se brasileiro em 1874.


Incrível esse depoimento-entrevista

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=CKCDpyPGjTg

História da Sexualidade 1

http://www.youtube.com/watch?v=3genB_dmfYA

Resolvi, por conta própria e risco, compartilhar o que tenho aprendido na matéria de Sexualidade na Pós em Terapia de Famílias, durante este trimestre na EBD. Vamos começar pensando na Grécia antiga. Lá na terra de Sócrates, a atividade sexual era tratada de forma naturalista, ou seja, o sexo era visto como uma atividade inerente à natureza humana. Isso se devia especialmente à importância que os gregos davam à beleza e à harmonia das formas. Este é o motivo de uma idealização e glorificação do corpo nú nas artes plásticas. Outra questão que deixa isso muito claro é a sexualidade de seus deuses. Veja esse belo exemplo neste vídeo sobre os deuses gregos.

6 de jul de 2012

Encontro com os novos professores EBD 2012


Tive a honra de participar no encontro com os professores e a chegada de novos vocacionados à esta tão árdua tarefa.
Na, sempre abençoadora, participação do pastor Carlos Novaes aprendemos que a educação não serve apenas para informar, nem apenas para colocar na forma e muito menos para levar à conformação. A educação é um processo que busca a maturidade. E a maturidade desafiadora da Educação Bíblica é "até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo" (Ef 4.13).
No encontro seguinte lá fui eu, compartilhar da importância do texto, contexto e de uma contextualização relevante. Acabei ficando no primeiro grande destaque: COMA O LIVRO!!!
Deixamos, não poucas vezes, o livro-texto de lado. Nos apegamos aos comentários das revistas e o conteúdo bíblico passa a ser visto pelos óculos dos redatores das revistas. Chegou a hora de vivenciarmos a experiência do profeta Ezequiel e do apóstolo João.

25 de jun de 2012

A maior canção

Nem bem terminamos um passeio pelo universo da poesia dos salmos um novo desafio se apresenta. É verdade. Vamos estudar, durante um trimestre inteiro, a sexualidade. Sinceramente não me lembro de ter feito isso no espaço da EBD. Quero convidar você a discutir o assunto à luz da Palavra e, é claro, da história. Nosso primeiro desafio é ler, num único fôlego, o livro de Cantares de Salomão. Gosto do título Cântico dos cânticos. A música mais que especial. Mas, afinal, qual é o maior dos cânticos?
1. Pense no título.
2. Leia o livro
3. Traga suas questões e
4. Não espere resposta pronta! (rs, rs, rs)

http://www.youtube.com/watch?v=Go4Dnvo6kbY

Trechos do livro:
http://www.youtube.com/watch?v=I1aNlwQOx-0

16 de jun de 2012

Salmo da Aline





Senhor, existem batalhas mais difíceis do que esta, eu sei;
porém, nem esta eu sei guerrear.
Com lutar esta luta?
Como confrontar comigo mesma?
Sendo ainda eu, cometeria os mesmos erros?
Senhor, ó tu, que me fazer descansar,
Me ensina também a calar.
Me faz também sossegar.
Senhor, sei que é bom crer e confiar
e ao final, conhecer o teu favor.



Aline é psicóloga, pós graduada em psicomotricidade relacional e vem compartilhando  vida em nossas aulas de EBD. 
O tema desse salmo é, sem dúvida, o grande desafio do ser humano: conhecer-se. 
O interessante é perceber que Deus nos fez assim "caçadores de nós mesmos".
Todo cristão sabe que o desafio é ir tornando-se cada vez mais parecido com Jesus.
Aceitar isso é se dispor a ser saudável, de forma e conteúdo para melhor viver e conviver. 
Nessa busca estamos inseridos e o crescimento só vem mesmo com oração 
e conhecimento do caráter de Deus, revelado em Jesus.

12 de jun de 2012

MPB e os personagens bíblicos - namorados


Roteiro para o programa do dia dos Namorados


            Hoje estamos juntos aqui para comemorarmos o Dia dos Namorados. Sentimos que o “romance está no ar”... “Love’s in the air”... E, romance lembra música. Não há namoro sem música.

            Desde os casais que já namoram há muito tempo, assim, tipo uns 50 anos..., como os que estão começando nesta estrada recentemente, com meses ou poucos anos de namoro, com certeza já têm A SUA MÚSICA. Aquela música que causa arrepios em vocês quando a ouvem, que embalou um momento especial a dois, que fala coisas que vocês não conseguem dizer...

            Aproveite agora, e escreva neste papel que esta sobre a mesa o nome da música de vocês (ou um trecho) dela, ou de uma outra música que você queira, neste dia dedicar ao seu namorado.

            Mas,... agora, vamos pensar nos casais da Bíblia. Se eles vivessem em nosso tempo, que músicas os namorados cantariam para suas “eleitas”, nós fizemos uma seleção. Vejam se vocês concordam conosco, e ao final dêem suas sugestões.


            1 - Deus criou o mundo, e viu que tudo era bom. Mas, percebeu que faltava alguma coisa... faltava o amor...faltava o homem e a mulher. Então Deus criou Adão e Eva.

Do pó da terra, Deus criou Adão. Mas, não era bom que ele estivesse só. E, assim, de uma de suas costelas, criou Eva.
Imaginamos que, quando Adão olhou para Eva, e viu a perfeição criada por Deus, ele se encheu de amor. Ficou tão emocionado que deve ter cantado....

Eu tenho tanto pra lhe falar, mas com palavras não sei dizer. Como é grande o meu amor por você (Como é grande o meu amor por você – Roberto Carlos)

            2 - Mas, agora imaginemos Eva, acordando de sua criação, no meio das coisas mais lindas criadas por Deus, vendo aquele homem, que seria seu parceiro, seu amigo, companheiro, amante... Certamente, esta canção deve ter brotado em seu coração...

Foi assim como ver o mar a primeira vez que meus olhos se viram no seu olhar... (Todo azul do mar – 14 Bis)

            3 - Passou o tempo... Estamos na era dos patriarcas. Deus selecionou um casal para dar início ao seu povo escolhido: Abraão e Sara. Este casal demorou muito a ter filhos, mas mesmo assim eles viveram muitas aventuras juntos. E, talvez, por causa desta cumplicidade compartilhada eles vieram a ser “os pais de uma grande nação”.
Abraão amava Sara e zelava por ela, como provou no episódio no Egito. Por isso, achamos que Abraão teria cantado essa música para sua amada:

Olho para o céu, tantas estrelas dizendo da imensidão do universo em nós. A força desse amor nos invadiu... Com ela veio a paz, toda a beleza de sentir que para sempre uma estrela vai dizer: Simplesmente amo você (Céu de Santo Amaro – Flávio Venturini)

            4 - Sara sempre foi uma esposa dedicada e parceira de seu marido. Chegou a oferecer a sua escrava para que o plano de Deus fosse cumprido. Só que essa não era a forma escolhida por Deus. Mas, esta demonstração do amor de Sara também poderia ser traduzida por esta canção:

Os sonhos mais lindos sonhei, de quimeras mil um castelo ergui. E no teu olhar, tonta de emoção, com sofreguidão, mil venturas previ (Fascinação - Elis Regina)

            5 - Da promessa de Deus a Abraão e Sara, nasceu Isaque. E, Isaque casou-se com sua prima Rebeca. Rebeca era uma linda moça, e com certeza, despertou sentimentos apaixonados em Isaque, já a Bíblia que ele só se consolou da morte de sua mãe com a presença de Rebeca. Assim, podemos imaginar Isaque cantando para Rebeca esta música:

Você pintou como um sonho, eu fui atrás com tudo. Se isso são coisas do amor, acredito que estou vivendo em outro mundo... (Caça e Caçador – Fábio Jr.)

         6 - Do casamento de Isaque e Rebeca, nasceram Esaú e Jacó. Jacó foi o escolhido de Deus para dar seguimento ao plano divino. Mas... até Jacó entender isto, ele aprontou “poucas e boas”. Teve até que fugir de casa. Foi, então morar na casa de seu tio Labão. Lá, ele conheceu o amor de sua vida: Raquel e, se comprometeu a trabalhar para poder casar com ela por 07 anos. Talvez já estejamos imaginando que música Jacó cantaria para Raquel, né?...
Por você... Eu mudaria até meu nome, eu viveria em greve de fome, desejaria todo dia a mesma mulher... (Por você – Barão Vermelho)

            7 - Só que o tio de Jacó era muito “espertinho”. Quando viu que Jacó estava tão apaixonado por Raquel que estava topando “qualquer negócio”, usou dos costumes da época para fazer com que ele se casasse com a irmã mais velha – Lia – e, assim conseguiu com que Jacó trabalhasse de graça por mais 07 anos. Só que, Lia amava Jacó. E esta é uma história triste de amor que temos na Bíblia. E, para entendê-la melhor, só lendo a Palavra  e ouvindo esta música:
Meu coração, não sei porque bate feliz, quando te vê. E os meus olhos sorrindo e pelas ruas vão te seguindo. Mas, mesmo assim, foges de mim. (Carinhoso – Marisa Monte)

            8 - Estamos na época dos Juízes. Nesse período houve uma grande seca na terra de Israel. E por causa da fome uma família saiu Israel e foi morar na terra de Moabe. Neste novo país, a família de Noemi, passou por grandes tragédias. Ela perdeu seu marido e seus dois filhos. Então, ela retornou para a terra de seus pais. E junto, veio com ela uma de suas noras – Rute. Como Deus é grandioso. Não entendemos os seus caminhos até que cheguemos ao final da jornada. Com a chegada da estrangeira Rute, Boaz – parente de Noemi, pelos costumes da época teria que se casar com ela. E que plano lindo de Deus. Através deste casamento, nasce o avô de Davi, e a estrangeira entra na linhagem do nosso Rei Jesus.
Boaz, mesmo sem saber do fim da história, ao conhecer a bela Rute deve ter sentido vontade de cantar esta música:
Quis evitar teus olhos, mas não pude reagir... E, quando um certo alguém, desperta um sentimento, é melhor não resistir e se entregar. (Um certo alguém – Lulu Santos)

            9 - O povo de Deus já tinha reis. E aquele que se tornou o símbolo de reino para o povo escolhido foi Davi. A Bíblia descreve Davi como “o homem segundo o coração de Deus”. Mas, ele por causa da paixão por uma mulher, cometeu um pecado, que trouxe guerra e morte à sua família. Mas, Davi amou Bate-Seba. Ela foi o grande amor de sua vida. A mãe do seu sucessor dentre seus muitos outros filhos. Davi deve ter cantado para ela:
Bem que se quis, depois de tudo ainda ser feliz. Mas, já não há caminhos prá voltar. E o quê, que a vida fez da nossa vida, e o quê que gente não faz por amor. (Bem Que Se Quis – Marisa Monte)

         10 - Depois de Davi, que reinou sobre Israel foi Salomão. A Bíblia nos diz que ele foi o “homem mais sábio da terra”. Diz também que ele teve mais de mil mulheres, entre esposas e concubinas. Mas, ao lermos o livro de Cantares de Salomão, vemos que, mesmo com tantas mulheres, Salomão tinha a sua preferida – A Sulamita. E para ela ele deve ter cantado esta canção:
Procurei em todas as mulheres a felicidade, mas não encontrei, fiquei na saudade. Foi começando bem, mas tudo teve um fim. Você é o sol da minha vida, a minha vontade. Você não é mentira, você é verdade. É tudo que um dia eu sonhei pra mim. (Mulheres – Martinho da Vila)

            11 - Chegou a hora do cumprimento do plano de Deus. Ele enviaria o seu Filho ao mundo em forma de homem para nos livrar do pecado. Mas, para isso, Ele escolheu uma família para acolher o bebezinho que viria a ser o Salvador do mundo. Ele escolheu José e Maria. Que dificuldades este casal enfrentou!! José viu sua noiva ficar grávida sabendo não ser ele o pai do bebê. Maria sabia que podia ser apedrejada por ter engravidado antes do casamento. A pobre mãe teve que dar à luz, longe de sua casa, num estábulo, porque não havia um lugar decente para se hospedar com seu marido. Depois, o casal descobre que o Rei quer matar o filhinho deles e têm que fugir para o Egito... Ufa! Só com muito amor e parceria para suportarem tamanhas dificuldades.

José teve que ser convencido por um anjo a aceitar Maria como sua esposa. Mas... depois de convencido, ele esteve ao lado dela “para o que desse e viesse”. Por isso ele deve ter cantado assim:
...O amor é um furacão, surge no coração sem ter licença pra entrar. Tempestades de desejos. Um eclipse no final de um beijo... (Amar é – Roupa Nova)

            12 - Para finalizar, Maria foi esposa de José. Não foi apenas a mãe de Jesus, o nosso Salvador. Ela foi a mãe de outros filhos de José. Foi com ele que ela dividiu suas dúvidas, alegrias e dificuldades. Foi com ele que ela compartilhou o amor de homem e mulher. Sem ele era não seria mais a Maria. E, por isso, para José, ela teria cantado:
Avião sem asa, fogueira sem brasa, sou eu assim sem você. Futebol sem bola, Piu-Piu sem Frajola, sou eu assim sem você (Fico assim sem você – Adriana Calcanhoto)

28 de mai de 2012

Releitura do Salmo 139


SENHOR, como Tu me conheces bem
Todos  os meus pensamentos mais profundos e todas as minhas atitudes... nada fica em segredo para Ti...
Vem cuidando de mim  em todos os momentos e sabe tudo que já vivi até aqui e tudo que ainda vai acontecer. És meu companheiro, escudeiro, amigo fiel e  meu Senhor  na caminhada dessa vida, desde o início até o fim dela. E continuará sendo depois disso...
Palavras, confissões..  são absolutamente desnecessárias contigo porque Tu já sabes o que passa dentro de mim... todos os meus medos, anseios, alegrias, sofrimentos, pensamentos, angústias....  conheces  tanto meu lado nobre quando o sombrio também.
Mas Sua presença comigo é constante... posso sentir sua mão pousar em mim.
E não existe nada mais maravilhoso nesse mundo.
Como posso pensar em fugir de Ti?  Na alegria Tu estás comigo e sei também que nos piores momentos  Tu sempre esteve presente, me guiando e me sustentando e me dando a paz de Cristo que é a maior riqueza desse mundo.
Não importa o que eu faça... Tu sempre será meu amigo, sempre me amará.  Meu ser se compraz com tantas maravilhas.  Tudo isso é tremendo!
Mesmo nos meus dias mais difíceis, quando parecia não haver mais um fio de esperança no meu coração,  senti sua mão me aquecer e sua presença me reconfortar e me fortalecer.
Todo esse poder que tens sobre mim é indescritível.... me conheces desde o momento em que fui concebido no ventre da minha mãe... eu ainda não tinha forma, nem nome, nada... mas toda minha história  já  havia sido escrita no seu livro, o livro da vida.
Como sou grato a Ti por tudo!  Por tanto amor, tanto cuidado comigo... Como são preciosos os seus pensamentos.
De certo existem aqueles que não reconhecem seu poder e amor... Aqueles que se levantam contra ti.  Como pode ser possível não reconhece-lo como Senhor das nossas vidas?  
É algo que não consigo entender.
Senhor, tu conheces o meu coração,  conheces o meu ser  até mais do que eu mesmo.... sabes tudo que sou capaz ou não de fazer....
Minha oração é que eu  possa ser guiado pelo teu caminho da vida eterna, me desviando de tudo que é mau e  de tudo que seja contra Ti. Amém!

Nossos Salmos, nossa alma

Admito que posso até estar ficando chato ao repetir que gosto muito de compartilhar dos estudos bíblicos em nossa classe de EBD, mas vou falar de novo.
É muito, muito bom estar junto com gente, como você, falando de vida
em torno dos princípios bíblicos.
Especialmente, esse exercício-desafio de cada um de nós escrever um salmo está sendo maravilhoso.
Louvo a Deus pela oportunidade de viver e conviver com vocês. 
Se eu pudesse arrancaria do coração de cada um de vocês um salmo desses. 
Tenho alguns parceiros de estudo (alunos) que quase ofuscam minha visão com o brilho de seu olhar, um movimento de sobrancelha ou o descruzar dos braços. O corpo, em alguns casos, grita! 
Imagino e respeito que, para alguns de vocês, deve ser muito difícil encarar esse desafio de se expor.
Ainda assim, mesmo que não seja mostrado, postado, divulgado, quero continuar estimulando você a escrever. Escreva, coloque a data, esconda numa gaveta, numa caixa, debaixo do colchão, mas faça isto. 
Tenho certeza que você não vai se arrepender.
Aos corajosos quero agradecer porque sei que o que leio é mais do que uma combinação de palavras,
mais que uma demonstração de habilidade literária, muito mais do que isso.
Para mim só o fato de você parar para pensar no que escrever,
só o ato de sentar e tentar registrar, através de palavras,
o relacionamento que você desenvolve com  Deus já é motivo de Louvor.
Seu eu posso perceber isso, quanto mais o "Senhor que vê o coração'.


Salmo da Marluce


SALMO DE AGRADECIMENTO

Todo louvor e adoração para aquele que está sentado no trono, 
mas reina em nossos corações
Todo nosso amor para aquele que acalma as tempestades
e nos faz navegar em naus seguras
Todo nosso reconhecimento aquele que consola, encoraja,
perdoa e principalmente nos ama independente de nossas falhas
Todo nosso fervor aquele que cura os enfermos,
ampara os enlutados e embala os desamparados
Que rufem os tambores, que toquem as cornetas, que todos cantem ao Deus todo soberano
Que hinos entoem seu santo nome e que este som perdure para sempre em nossas vidas
Declaramos pois em uníssono: 
Quão felizes somos pai, em tê-lo como nosso único Deus hoje e sempre.
Amém!




Marluce é uma apaixonada professora, agora secretária, que escreve com o coração. O que ela faz é sempre muito agradável de ouvir. Seus textos têm o poder de acalentar e, ao mesmo tempo, estimular à reflexão. Gosto muito, muito mesmo, da forma como ela interpreta o que lê.
Ela colaborou um bom tempo como uma das secretárias de nossa EBD. Marluce tem uma experiência de vida e de conversão dignas de uma tarde inteira de bate-papo comendo bolinho de chuva. Com certeza um encontro desses vai gerar diversão à valer com a riquíssima coleção de piadas que ela tem e as deliciosas 'risadas' do Elias.  Minha oração, querida Marluce é que você continue esbanjando vida!

25 de mai de 2012

Não fuja da dor!!!



Alguns textos, algumas imagens, algumas músicas devem ser colocadas numa estante diante de nossos olhos o tempo todo. Quase sempre que me deparo com expressões desse tipo me lembro da letra de Milton Nascimento:
 "Certas canções que ouço 
Cabem tão dentro de mim
Que perguntar carece
Como não fui eu que fiz? 


Me assusta ver toda cidade 'ricamente decorada' com drogarias e farmácias.
É claro que você já observou mas não sei se você já parou para pensar nisso.
Ouça essa canção dos Titãs...



"Querer sentir a dor

Não é uma loucura

Fugir da dor é fugir da própria cura"

Salmo da Ana Paula

Salmo da minha vida

À ti Senhor,  minha vida, minha alegria, minha paz
Saber de ti, é tentar amar
E esse amor é o que busco 
Incansável  entrega,  procura
O reflexo concreto da primasia de Tuas mãos
Ah Pai, mas a dor existe, nua, crua, cruel
A dor “amiga” que se aconchega, que está. Simplismente
Arrancando o amor que antes dominava meu coração e revolvendo toda a essência do bom, do puro, do raiar do dia ensolarado
E vem a noite, escura, sombria, aterrorizante, solitária
A longa noite que parece não ter fim
E é nessa hora, no tempo do agora, quando menos espero, acontece
Dentro do turbilhão desses sentimentos, amarguras,  traições
Te sinto em mim
Dentro de mim
Pra mim
Abro meus olhos e consigo ver
Meu peito já não dói, não dói!
 Me aproximo um pouco mais de Ti
Meu Senhor, sei, com todo meu coração que à cada lágrima havia um afago Teu
Sei que à cada momento de desespero, Teu Espírito me envolvia
Hoje sei, que o amor que tanto busco se faz presente em tudo que há
Pois tu és,
Tu és meu amor, minha vida, minha alegria,
Minha Paz.

Ana Paula é um coração ambulante. Descobri que esse borbulhar de sentimentos já deram
forma a outros textos. Confesso que não foi uma grande surpresa porque creio que, como diz o poeta 'por ser exato o amor não cabe em si, por ser encantado o amor revela-se"
 Ela é alegre, entusiasmada e muito capaz. 
Mas, não se engane essa profusão de vida, como acontece num vulcão, é potente e ao mesmo tempo perigoso. Ana Paula é frágil, sensível e tem uma disposição divina para o acolhimento. 
Se ela percebe a dificuldade de alguém, e isso lhe afeta, ela se dispõe, de maneira divina ao acolhimento. Sem dúvida, Ana Paula tem buscado o aperfeiçoamento entendendo que este é um dom do Espírito Santo. Minha oração é que Ana Paula encontre o ponto de equilíbrio entre o cuidado e a exposição e entre razão e emoção a fim de se preservar de uma entrega incontida que pode comprometer seus delicados afetos.

Salmo do Leandro Chrispim


Grandeza e cuidado

Dono de toda criação desde o princípio das eras.
Tu reges o percurso do grande rio, faz cair a pequena pétala e nada foge do Teu controle.
Tu dominas os terremotos, tsunamis e vulcões com propósitos para nós encobertos.
Como é fácil perceber que há um Deus no comando de tudo.
Mesmo que o sol se apagasse a Tua luz nos guiaria sem o menor esforço.
Pra sempre os meus lábios cantem e louvem a Tua grandeza e exalte o Seu poderoso nome.
Mas sei também que no silêncio de uma prece só em pensamento 
Tu escutas com misericórdia a petição e com carinho a gratidão.
Todo meu íntimo se dobra e se humilha perante essa grandeza na certeza do Teu cuidado eterno.


Leandro é uma dádiva! É impossível ter contato com o Leandro e não o admirar. Quando o vejo diante daquelas teclas e ouço os sons que brotam do contato de suas mãos com o piano, meu espírito se aproxima de Deus. Eu e Marília tivemos a honra de participar de seu casamento com a admiradíssima Fabiana. Que casal abençoado! Leandro é daquelas pessoas com 'sacadas inesperadas'  e repleto de ironia e bom-humor. Suas avaliações e críticas são sempre bem vindas por que são carregadas e coerência e bom senso. Depois de conhecer o Leandro, a Cyntia e o Paulinho fiquei curioso e com vontade de conhecer seus pais. Caraca! Só poderiam ser gente boa mesmo. A lucidez do pai do Leandro, com seu grande bigode, apontado as virtudes e falhas de minhas reflexões, sua firmeza em defender a fé e, além disso, seu capricho frente ao seu ofício de marceneiro me cativaram. Foi tão profunda e rápida nossa convivência... ainda sinto falta dele. 
A Didi, mãe do Leandro é uma criatura doce e ao mesmo tempo forte e graciosa.
Meu Deus! Escrevendo esse texto só posso engrandecer a ti.
Êta coisa boa ter gente assim por perto! 
Que delícia acompanhar o desenvolvimento do Pedrinho e a
convivência amorosa da Fabiana e do Leandro.
Muito obrigado Senhor!!!



Salmo da Claudia Segal


Venham todos vocês, que alcançaram a maravilhosa graça de Deus!
Celebremos com alegria ao Deus Criador!
Cantemos cânticos de louvor e hinos de adoração ao nosso Deus; 
que por amor entregou seu Filho único para nos trazer salvação!
Povo escolhido, sacerdotes do altíssimo, geração eleita desde a fundação do mundo, 
prostremos-nos diante do Senhor que criou os céus e a terra!
Rendam-lhe graças, entoai hinos de louvor a Jesus, o redentor!
Honra e glória sejam dados ao Rei dos reis!
Que nos constituiu reino para o louvor de sua glória!
Exaltemos com brados de alegria, levantemos nossas mãos em adoração ao Senhor!
Batam palmas, que todo corpo louve ao Senhor com alegres cânticos.
Venham, glorifiquem a Deus, pois com misericórdia nos tirou das trevas e nos trouxe para sua maravilhosa luz; vocês creram no Filho e receberam o seu perdão!
Justificados e redimidos pelo seu sangue, nos reunimos em adoração diante da sua presença.
Todas as nações da terra verão seu grande poder, no grande dia da vinda do Senhor,
todos  se dobrarão e confessarão que só Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai!
Celebremos com alegria ao Deus da salvação!
Aleluia!

Claudia Segal é uma das mais dedicadas alunas de nossa classe.
 Está sempre preocupada com a leitura bíblica e atarefada com o propósito de fazer da Palavra de Deus o grande referencial de sua prática de cada dia. 
Sempre que deixo de lado a elaboração dos 'trabalhos de casa' é a Claudia 
quem me desafia a continuar. 
Minha oração é que o Senhor continue abençoando a vida da  Claudia, 
de seu marido "Sansão" (Delcimar), e que o Senhor renove suas forças diante dos desafios de aproximação e convivência com o seu filho. E meu desejo é que esta bela história de comprometimento que ela está escrevendo com Jesus continue derramando bênçãos para quem se aproxime dela.

4 de mai de 2012

Salmo de sabedoria - Cynthia Chrispim


Certeza em Deus
Confiar no Senhor é andar num caminho de paz e felicidade.
Quem O rejeita nunca desfrutará das bênçãos que só Ele concede;
permanecerá nas trevas, 
mesmo que tenha tudo e nunca lhe falte coisa alguma.
Posso passar por tempestades e noites sombrias, 
mas sei que Deus sempre será a luz 
que ilumina a minha mente e aquece o meu coração.
Senhor, sei que por mais difícil que seja a caminhada 
a Tua mão sempre estará na minha;  
sei para onde estou indo e Quem,
por Teu amor e graça,
estará me esperando quando
finalmente eu chegar em casa.




Cynthia é minha parceira aqui neste blog. 
Ela corrige, aperfeiçoa a forma e compartilha do conteúdo.
Me aproximei da Cynthia por causa do Leandro, a quem admiro muito. 
Mas Cynthia tem brilho próprio. Os primeiros trabalhos de arte que ela produzia me deixaram de queixo caído. Ela fazia cartões comemorativos com delicadeza oriental. Mais tarde, conversando, descobri que ela gosta muito de ler.
Ela é sagaz e extremamente caprichosa e sensível. Quem convive com ela sabe que não tem meia conversa. Ela é forte, decidida e consegue superar suas dificuldades com determinação e fé.
Fé prática, fé atuante, fé que faz e faz porque acredita em Quem crê!
Louvo muito a Deus pela vida da Cynthia que só não é nossa parceira de estudos na EBD porque estamos no 4º andar e ainda não investimos em acessibilidade para as salas de estudo bíblico.

3 de mai de 2012

Salmo 27 - comentário 2

MEDO BOM  - alerta, vigilância, prudência
MEDO RUIM - aprisiona, limita, paralisa

É preciso muita sensibilidade e consciência para distinguirmos esses dois tipos de medo.
O medo bom nos deixa alertas, sagazes, vigilantes. O medo ruim reduz a perspectiva, nos aprisiona, nos rouba a vida. Fala sério! Quem não tem medo? Todos têm medo. O medo é uma emoção natural do ser humano. Não dá pra imaginar nossa vida sem que em algum momento não tenhamos nos deparado com ele. Esse papo de um 'homem sem medo' só funciona na ilusão dos quadrinhos. O demolidor é o homem sem medo. Homem sem medo ou homem que enfrenta os seus medos? Homem sem medo ou homem que não esconde e consegue conviver com os medos? O medo não tratado vira fobia, vira doença.


Amor é o antídoto para o medo.
A fé é confiança no caráter de Deus. Deus é amor.
"No amor há medo; o amor que é totalmente verdadeiro afasta o medo. Portanto, aquele que sente medo não tem no seu coração o amor totalmente verdadeiro, porque o medo mostra que existe castigo" 1 Jo 4.18

"Coragem é a resistência ao medo, 
o domínio do medo e 
não a ausência do medo





Salmo 27 - comentário1

Este salmo é construido entre a SÚPLICA AFLITA e a CONFISSÃO CONFIANTE.
De onde vem a confiança do salmista?
"A verdadeira fé em Deus produz coragem, a qual faz com que a pessoa suporte sofrimentos e aflições; ela não espera que Deus os impeça de acontecer"

OBSERVE!!! ANOTE!!!
Que palavras se repetem nos três primeiros versículos?
MEDO-DEUS-INIMIGO

Versículos 1 a 3
As afirmações: O Senhor é a minha luz. O Senhor me livra. Ainda que. Não terei medo. Continuarei confiando.
Só mostram que o salmista estava diante do medo, mas ao mesmo tempo, agarrado no Senhor. Como uma criança diante do perigo se agarra na 'barra da saia' de sua mãe.



1. Admita que a vida está cheia de coisas negativas e você não tem um 'escudo protetor' para o dia a dia
2. Quando você decide crescer, terá que enfrentar situações adversas - crescer dói.
3. Olhe para dentro e desvende como o que está do lado de fora é desenhado dentro de você e pergunte: por que isso me causa medo? Dê nome ao medo. Identificar e nomear são os primeiros passos para encontrar o caminho da superação.
4. Tome a decisão de admitir sua fraqueza e deposite sua fé-confiança em quem pode te ajudar.

Versículos 1 a 6
Um pedido - um desejo e a razão desses.

Versículos 7 a 10
Um grito, uma súplica por um relacionamento mais próximo.

Versículos 11 a 14
Uma oração e uma declaração de fé.

2 de mai de 2012

Tipos de Salmos 2 - alfarrábio


Tipos de Salmos

Súplicas

São chamados também de salmos de lamentos. O poeta coloca a 'boca no trombone' e reclama. Lamenta a calúnia, a doença, a perseguição e um bocado de coisas que o incomoda. Curioso é que a maioria desses salmos termina com uma expressão de esperança e gratidão.

Louvor

Músicas de exaltação a Deus pela criação. Eles, normalmente, começam com um convite e depois apresentam a razão da adoração e terminam da forma que começaram.

Para o culto

São ligados diretamente à liturgia. Eram os salmos utilizados no Templo.

Para o Rei

Esses salmos destacam a figura do rei como representante divino. O rei é o ungido de Deus para conduzir a nação à justiça, igualdade e bem-estar. Em alguns momentos o monarca é chamado de 'filho de Deus'. Esses salmos também são chamados de messiânicos.

Sabedoria

O destaque aqui é para obediência a Lei, o temor a Deus e o valor intrínseco da Teologia da Retribuição.

Históricos

São os salmos que recordam os acontecimentos do povo, sua história de relacionamento com o Senhor.

De Aleluia

A palavra aleluia significa louve, adore. Sendo assim, esses são salmos que expressam alegria, elogio e ação de graças.

Escatológicos

São salmos que tratam da vitória final do Senhor, ou o dia da vingança - do acerto de contas com o grande Criador.

Alfabéticos

São acrósticos que seguem a ordem do alfabeto Hebraico. São vinte e duas letras que compõem o alfabeto dessa língua. O maior exemplo é o salmo 119. Repare os subtítulos em sua bíblia e o nome das letras.

Dos peregrinos

Os peregrinos eram os adoradores que vinham, de toda parte, em direção a Jerusalém para prestarem o culto. Enquanto eles caminhavam entoavam esses cânticos. São também chamados de cânticos dos degraus em virtude da escadaria que dava acesso ao templo.


Imprecatórios

Aqui o sentimento do salmista é de revolta, rejeição e desprezo pelos inimigos. É um clamor pela justiça divina. Interessante é que o salmista não pensa em fazer a justiça com as próprias mãos, porque não quer desobedecer a Lei de Deus, então ele derrama seu coração ferido e cheio de ódio aos cuidados do Senhor.

30 de abr de 2012

Salmo 27 - releitura

O Senhor é a minha luz e a minha salvação. Por que terei medo?
O Senhor é a força da minha vida. Então, por que ficar assustado?
Quando os malvados vieram contra mim para arrebentarem comigo, eles tropeçaram e se deram muito mal.
Mesmo que eu esteja cercado por esta gente má, meu coração não terá medo e ainda que estoure esta guerra contra mim, vou permanecer confiante.
Orei pedindo ao Senhor e me esforçarei para cumprir esta promessa; que eu possa ter a mesma atitude e devoção que tenho na igreja, durante todos os dias da minha vida para eu sentir a presença de Deus e transformar minha vida num lugar de adoração, porque no dia em que as coisas estiverem ruins eu quero me sentir protegido, amparado e escondido como quem se protege numa trincheira.
Vou cantar louvores ao Senhor mesmo nesta turbulência toda, porque eu tenho a quem recorrer nessas horas. É por isso que a minha mente confiante está muito além do que os que me cercam podem entender.
Ó Deus, ouve a minha voz! Tem compaixão de mim e me dê uma resposta!
Quando o Senhor disse: venha ter intimidade comigo, eu falei com o mais profundo do meu coração: é tudo o que eu desejo Senhor!
Não fique longe de mim, Senhor! Só a convivência contigo me mantém em pé. Não me desampares, nem se afaste de mim, Senhor da minha salvação.
Você quer saber de uma coisa? Mesmo se meu pai e a minha mãe, que me amam tanto, me desampararem, sei que o Senhor me acolherá, por isso peço: Senhor, me ensine qual o caminho e me leve a uma estrada mais segura do que esta por causa dos perigos e inimigos que estão a minha volta. Essas pessoas falam mentiras a meu respeito e transbordam violência. Me ajude Senhor!
Quer saber? Eu creio que ainda verei a bondade do Senhor nesta terra louca!
Então, amigo, espere você também pelo Senhor e anima-te! Fortaleça teu coração com esta esperança.  Tenha fé no Senhor!

interpretação livre do Salmo 27

O Contraste entre o justo e o ímpio - 2

Reproduzi aqui uma das páginas do meu alfarrábio-estudos sobre os Salmos.
O salmo primeiro é um canto de sabedoria baseado na Teologia da retribuição.
Este salmo apresenta, como já vimos, o grande contraste entre o justo e o ímpio.
Enquanto o ímpio é inconstante, inútil e sem autonomia, o justo é comparado a uma árvore saudável.
Imagens fortes como estabilidade, referência, saúde, beleza e resultado no tempo certo são apresentados como consequências de quem tem prazer na Lei do Senhor. E ter satisfação com a Palavra do Senhor é refletir, pensar e decidir tendo esses ensinos como padrão em todo tempo.

26 de abr de 2012

Escrever bem 2

Fiquei muito feliz quando percebi que o casal Damião e Dayse Ribeiro passou a frequentar nossa classe de EBD. Ele, companheiro de lutas que trabalhava no STBSB na época em que eu estive na Colina, e ela professora de Literatura e também professora de EBD da PIB de Higienópolis.
Ser professor da EBD sempre foi um grande desafio para mim.
Neste trimestre em que estamos estudando a poesia dos Salmos, vendo Dayse sentada numa das cadeiras de nossa sala de compartilhamento de vida, como desperdiçar a oportunidade de aprender sobre as figuras de linguagem com a competentíssima professora?
Dayse foi um show, ou melhor, para ser "eclesiasticamente correto", uma bênção!
Passeou por citações de Vinicius de Moraes intercalando com os poetas bíblicos; uma beleza.
E para terminar sua participação, ela leu esse texto de Olavo Bilac que reproduzi no post Escrever bem 1.
Dayse destacou que deveríamos observar o processo de construção da poesia.
O poeta "Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!... 
De tal modo, que a imagem fique nua,
Rica mas sóbria, como um templo grego."

Que Deus seja louvado pelos competentes parceiros de estudo, alunos-mestres.
Que Deus os abasteça de vigor apesar de minhas deficiências.
Que Deus os ilumine para enxergarem em sua Palavra o Caminho da vida.
Que o Senhor os encha de Graça, mesmo eu sendo (pelo menos tentando) ser engraçadinho.
Como agradecer a Deus pela oportunidade ímpar de estudar sua Palavra nessa abençoada convivência na EBD!


Escrever bem 1

A um poeta

Longe do estéril turbilhão da rua,
Beneditino, escreve! No aconchego
Do claustro, na paciência e no sossego,
Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!
Mas que na forma se disfarce o emprego
Do esforço; e a trama viva se construa
De tal modo, que a imagem fique nua,
Rica mas sóbria, como um templo grego.

Não se mostre na fábrica o suplício
Do mestre. E, natural, o efeito agrade,
Sem lembrar os andaimes do edifício.
Porque a beleza, gêmea da Verdade,
Arte pura, inimigo do artifício,
E a força e a graça da simplicidade.
(Olavo Bilac)

Não resisti. Parei tudo aqui na Traço quando lí o texto. Precisei digerir, degustar, 'ruminar'.
Daí busquei no Google a imagem do poeta que rabisquei, pincelei, escaneei, vetorizei e colorizei.

17 de abr de 2012

O contraste entre o JUSTO E ÍMPIO 1 - Salmo 1

Fizemos uma leitura, pelo menos tentamos, do contraste entre o Justo e o ímpio apresentado no Salmo 1.
Veja aí uma página do meu 'alfarrábio' que deu origem ao desenho que fiz no quadro.

1. Feliz aquele que não se deixa arrastar pelo que um ímpio aconselha. "Vamo cum a galera!", "Tamu junto!" ou sei lá mais o quê;
2. Feliz aquele que não aceita o carimbo de "todo mundo faz", "é normal", "não tem nada a ver" ou coisas do tipo e;
3. Feliz aquele que não zomba, não escarnece, não debocha e não torna as Leis de Deus ridículas.
Segundo esse Salmo de sabedoria É ISSO QUE FAZ O ÍMPIO.
Observe que isso é um processo. Primeiro você aceita o conselho, depois você faz como todos eles e finalmente chega ao extremo de, não apenas se afastar, mas zombar da lei de Deus.
Cuidado! Zombar da Lei,  ridicularizar os princípios divinos é caminho de infelicidade.
Por que? Que ser humano é esse que não tem vontade própria?
Que se deixa levar ou faz como todo mundo?
Agora dê uma olhada na metáfora do justo. Pense bem no contraste.

10 de abr de 2012

Para que serve a arte?!

O primeiro livro que me cutucou fundo n'alma enquanto iniciava minha graduação (olha que já faz um tempão...), foi "A necessidade da Arte" de Ernest Fischer. O texto começa com esta pergunta: PARA QUE SERVE A ARTE?
O Grande Ferreira Gullar respondeu:
"Mas se, pelo contrário, ao ver um quadro ou ao ler um poema, eles me deixassem indiferente, seria natural que perguntasse para que serviam, por que razão os haviam feito. Então, se o que estou dizendo tem lógica, devo admitir que quem faz esse tipo de pergunta o faz por não ser tocado pela obra de arte. E, se é este o caso, cabe perguntar se a razão dessa incomunicabilidade se deve à pessoa ou à obra...

Claro, a arte dos vitrais servia para acentuar a atmosfera mística das igrejas e os afrescos as decoravam, como também aos palácios. Mas não residia nesta função a razão fundamental dessas obras e, sim, na sua capacidade de deslumbrar e comover as pessoas. Portanto, se me perguntam para que serve a arte, respondo: para tornar o mundo mais belo, mais comovente e mais humano.

*Ferreira Gullar é cronista, ensaísta, teatrólogo, crítico de arte e um dos maiores poetas brasileiros.

A combinação das teclas transborda o sentimento do coração

Faz parte das entranhas do ser humano expressar-se. Fomos criados à imagem de Deus e aquele sopro divino deixou em nós características do Eterno Criador. A expressão humana é transformada em arte. Gosto de pensar que somos semelhantes a um grande processador. Não esses dos computadores. Aqueles processadores que estavam mais próximos do liquidificador. A gente coloca de tudo - é claro que é necessário uma seleção prévia - e o resultado é algo novo.
Produzir arte é deixar tua marca da mesma forma que os desenhos mágicos das cavernas, como Lascaux na França, representam vida. Fazer arte é ter coragem de viver!
Como diz o poeta Rubem Alves, de forma metafórica: "ostra feliz não faz pérola". Pois então, o artista é um incomodado, um angustiado que transforma sua dor em produção consciente. O salmista é o artista bíblico, o poeta, o músico de sua época. Ler os salmos é desnudar a alma da sociedade e bisbilhotar o sentimento que incomodava o ser humano, muita vezes anônimo, que foi processado em forma de poesia.
Entendeu por que eu o estou desafiando para escrever um salmo?
Então, encha-se de Deus! Incomode-se com esse mundo louco e expresse isso através de um salmo.

9 de abr de 2012

A linguagem poética é metafórica!

 

Metáfora

Gilberto Gil

Uma lata existe para conter algo
Mas quando o poeta diz: "Lata"
Pode estar querendo dizer o incontível
Uma meta existe para ser um alvo
Mas quando o poeta diz: "Meta"
Pode estar querendo dizer o inatingível
Por isso, não se meta a exigir do poeta
Que determine o conteúdo em sua lata
Na lata do poeta tudonada cabe
Pois ao poeta cabe fazer
Com que na lata venha caber
O incabível
Deixe a meta do poeta, não discuta
Deixe a sua meta fora da disputa
Meta dentro e fora, lata absoluta
Deixe-a simplesmente metáfora

Relendo o Salmo 1 - O Caminho

O caminho da realização, da felicidade está na pessoa que não se deixa levar pelos conselhos de quem não teme ao Senhor, que não imita o comportamento dos pecadores, nem tampouco compartilha do círculo dos que zombam das leis de Deus. Ao contrário disso, a satisfação desse que está trilhando no caminho indicado pelo  Senhor é usar sempre a verdade da Palavra como referência e assim refletir no que ela ensina em todas as circunstâncias.
Esse tipo de ser-humano pode ser comparado à estabilidade de uma árvore que está plantada próxima a um riacho. Assim como acontece com esta árvore ele dá resultados positivos na ocasião oportuna e sua beleza é facilmente notada. Esse tipo de pessoa é saudável. Mas que grande contraste ocorre com os que deixam os valores divinos de lado! Esses outros podem ser comparados como folhas secas numa ventania. É por isso que quando chegar o dia da prestação de contas esses insensatos não terão nenhum resultado positivo para apresentarem.
É claro que o Senhor se agrada de quem escolhe seguir sua orientação, porque escolher o teu próprio caminho, sem temer a Deus é destruir-se.