30 de abr de 2012

Salmo 27 - releitura

O Senhor é a minha luz e a minha salvação. Por que terei medo?
O Senhor é a força da minha vida. Então, por que ficar assustado?
Quando os malvados vieram contra mim para arrebentarem comigo, eles tropeçaram e se deram muito mal.
Mesmo que eu esteja cercado por esta gente má, meu coração não terá medo e ainda que estoure esta guerra contra mim, vou permanecer confiante.
Orei pedindo ao Senhor e me esforçarei para cumprir esta promessa; que eu possa ter a mesma atitude e devoção que tenho na igreja, durante todos os dias da minha vida para eu sentir a presença de Deus e transformar minha vida num lugar de adoração, porque no dia em que as coisas estiverem ruins eu quero me sentir protegido, amparado e escondido como quem se protege numa trincheira.
Vou cantar louvores ao Senhor mesmo nesta turbulência toda, porque eu tenho a quem recorrer nessas horas. É por isso que a minha mente confiante está muito além do que os que me cercam podem entender.
Ó Deus, ouve a minha voz! Tem compaixão de mim e me dê uma resposta!
Quando o Senhor disse: venha ter intimidade comigo, eu falei com o mais profundo do meu coração: é tudo o que eu desejo Senhor!
Não fique longe de mim, Senhor! Só a convivência contigo me mantém em pé. Não me desampares, nem se afaste de mim, Senhor da minha salvação.
Você quer saber de uma coisa? Mesmo se meu pai e a minha mãe, que me amam tanto, me desampararem, sei que o Senhor me acolherá, por isso peço: Senhor, me ensine qual o caminho e me leve a uma estrada mais segura do que esta por causa dos perigos e inimigos que estão a minha volta. Essas pessoas falam mentiras a meu respeito e transbordam violência. Me ajude Senhor!
Quer saber? Eu creio que ainda verei a bondade do Senhor nesta terra louca!
Então, amigo, espere você também pelo Senhor e anima-te! Fortaleça teu coração com esta esperança.  Tenha fé no Senhor!

interpretação livre do Salmo 27

O Contraste entre o justo e o ímpio - 2

Reproduzi aqui uma das páginas do meu alfarrábio-estudos sobre os Salmos.
O salmo primeiro é um canto de sabedoria baseado na Teologia da retribuição.
Este salmo apresenta, como já vimos, o grande contraste entre o justo e o ímpio.
Enquanto o ímpio é inconstante, inútil e sem autonomia, o justo é comparado a uma árvore saudável.
Imagens fortes como estabilidade, referência, saúde, beleza e resultado no tempo certo são apresentados como consequências de quem tem prazer na Lei do Senhor. E ter satisfação com a Palavra do Senhor é refletir, pensar e decidir tendo esses ensinos como padrão em todo tempo.

26 de abr de 2012

Escrever bem 2

Fiquei muito feliz quando percebi que o casal Damião e Dayse Ribeiro passou a frequentar nossa classe de EBD. Ele, companheiro de lutas que trabalhava no STBSB na época em que eu estive na Colina, e ela professora de Literatura e também professora de EBD da PIB de Higienópolis.
Ser professor da EBD sempre foi um grande desafio para mim.
Neste trimestre em que estamos estudando a poesia dos Salmos, vendo Dayse sentada numa das cadeiras de nossa sala de compartilhamento de vida, como desperdiçar a oportunidade de aprender sobre as figuras de linguagem com a competentíssima professora?
Dayse foi um show, ou melhor, para ser "eclesiasticamente correto", uma bênção!
Passeou por citações de Vinicius de Moraes intercalando com os poetas bíblicos; uma beleza.
E para terminar sua participação, ela leu esse texto de Olavo Bilac que reproduzi no post Escrever bem 1.
Dayse destacou que deveríamos observar o processo de construção da poesia.
O poeta "Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!... 
De tal modo, que a imagem fique nua,
Rica mas sóbria, como um templo grego."

Que Deus seja louvado pelos competentes parceiros de estudo, alunos-mestres.
Que Deus os abasteça de vigor apesar de minhas deficiências.
Que Deus os ilumine para enxergarem em sua Palavra o Caminho da vida.
Que o Senhor os encha de Graça, mesmo eu sendo (pelo menos tentando) ser engraçadinho.
Como agradecer a Deus pela oportunidade ímpar de estudar sua Palavra nessa abençoada convivência na EBD!


Escrever bem 1

A um poeta

Longe do estéril turbilhão da rua,
Beneditino, escreve! No aconchego
Do claustro, na paciência e no sossego,
Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!
Mas que na forma se disfarce o emprego
Do esforço; e a trama viva se construa
De tal modo, que a imagem fique nua,
Rica mas sóbria, como um templo grego.

Não se mostre na fábrica o suplício
Do mestre. E, natural, o efeito agrade,
Sem lembrar os andaimes do edifício.
Porque a beleza, gêmea da Verdade,
Arte pura, inimigo do artifício,
E a força e a graça da simplicidade.
(Olavo Bilac)

Não resisti. Parei tudo aqui na Traço quando lí o texto. Precisei digerir, degustar, 'ruminar'.
Daí busquei no Google a imagem do poeta que rabisquei, pincelei, escaneei, vetorizei e colorizei.

17 de abr de 2012

O contraste entre o JUSTO E ÍMPIO 1 - Salmo 1

Fizemos uma leitura, pelo menos tentamos, do contraste entre o Justo e o ímpio apresentado no Salmo 1.
Veja aí uma página do meu 'alfarrábio' que deu origem ao desenho que fiz no quadro.

1. Feliz aquele que não se deixa arrastar pelo que um ímpio aconselha. "Vamo cum a galera!", "Tamu junto!" ou sei lá mais o quê;
2. Feliz aquele que não aceita o carimbo de "todo mundo faz", "é normal", "não tem nada a ver" ou coisas do tipo e;
3. Feliz aquele que não zomba, não escarnece, não debocha e não torna as Leis de Deus ridículas.
Segundo esse Salmo de sabedoria É ISSO QUE FAZ O ÍMPIO.
Observe que isso é um processo. Primeiro você aceita o conselho, depois você faz como todos eles e finalmente chega ao extremo de, não apenas se afastar, mas zombar da lei de Deus.
Cuidado! Zombar da Lei,  ridicularizar os princípios divinos é caminho de infelicidade.
Por que? Que ser humano é esse que não tem vontade própria?
Que se deixa levar ou faz como todo mundo?
Agora dê uma olhada na metáfora do justo. Pense bem no contraste.

10 de abr de 2012

Para que serve a arte?!

O primeiro livro que me cutucou fundo n'alma enquanto iniciava minha graduação (olha que já faz um tempão...), foi "A necessidade da Arte" de Ernest Fischer. O texto começa com esta pergunta: PARA QUE SERVE A ARTE?
O Grande Ferreira Gullar respondeu:
"Mas se, pelo contrário, ao ver um quadro ou ao ler um poema, eles me deixassem indiferente, seria natural que perguntasse para que serviam, por que razão os haviam feito. Então, se o que estou dizendo tem lógica, devo admitir que quem faz esse tipo de pergunta o faz por não ser tocado pela obra de arte. E, se é este o caso, cabe perguntar se a razão dessa incomunicabilidade se deve à pessoa ou à obra...

Claro, a arte dos vitrais servia para acentuar a atmosfera mística das igrejas e os afrescos as decoravam, como também aos palácios. Mas não residia nesta função a razão fundamental dessas obras e, sim, na sua capacidade de deslumbrar e comover as pessoas. Portanto, se me perguntam para que serve a arte, respondo: para tornar o mundo mais belo, mais comovente e mais humano.

*Ferreira Gullar é cronista, ensaísta, teatrólogo, crítico de arte e um dos maiores poetas brasileiros.

A combinação das teclas transborda o sentimento do coração

Faz parte das entranhas do ser humano expressar-se. Fomos criados à imagem de Deus e aquele sopro divino deixou em nós características do Eterno Criador. A expressão humana é transformada em arte. Gosto de pensar que somos semelhantes a um grande processador. Não esses dos computadores. Aqueles processadores que estavam mais próximos do liquidificador. A gente coloca de tudo - é claro que é necessário uma seleção prévia - e o resultado é algo novo.
Produzir arte é deixar tua marca da mesma forma que os desenhos mágicos das cavernas, como Lascaux na França, representam vida. Fazer arte é ter coragem de viver!
Como diz o poeta Rubem Alves, de forma metafórica: "ostra feliz não faz pérola". Pois então, o artista é um incomodado, um angustiado que transforma sua dor em produção consciente. O salmista é o artista bíblico, o poeta, o músico de sua época. Ler os salmos é desnudar a alma da sociedade e bisbilhotar o sentimento que incomodava o ser humano, muita vezes anônimo, que foi processado em forma de poesia.
Entendeu por que eu o estou desafiando para escrever um salmo?
Então, encha-se de Deus! Incomode-se com esse mundo louco e expresse isso através de um salmo.

9 de abr de 2012

A linguagem poética é metafórica!

 

Metáfora

Gilberto Gil

Uma lata existe para conter algo
Mas quando o poeta diz: "Lata"
Pode estar querendo dizer o incontível
Uma meta existe para ser um alvo
Mas quando o poeta diz: "Meta"
Pode estar querendo dizer o inatingível
Por isso, não se meta a exigir do poeta
Que determine o conteúdo em sua lata
Na lata do poeta tudonada cabe
Pois ao poeta cabe fazer
Com que na lata venha caber
O incabível
Deixe a meta do poeta, não discuta
Deixe a sua meta fora da disputa
Meta dentro e fora, lata absoluta
Deixe-a simplesmente metáfora

Relendo o Salmo 1 - O Caminho

O caminho da realização, da felicidade está na pessoa que não se deixa levar pelos conselhos de quem não teme ao Senhor, que não imita o comportamento dos pecadores, nem tampouco compartilha do círculo dos que zombam das leis de Deus. Ao contrário disso, a satisfação desse que está trilhando no caminho indicado pelo  Senhor é usar sempre a verdade da Palavra como referência e assim refletir no que ela ensina em todas as circunstâncias.
Esse tipo de ser-humano pode ser comparado à estabilidade de uma árvore que está plantada próxima a um riacho. Assim como acontece com esta árvore ele dá resultados positivos na ocasião oportuna e sua beleza é facilmente notada. Esse tipo de pessoa é saudável. Mas que grande contraste ocorre com os que deixam os valores divinos de lado! Esses outros podem ser comparados como folhas secas numa ventania. É por isso que quando chegar o dia da prestação de contas esses insensatos não terão nenhum resultado positivo para apresentarem.
É claro que o Senhor se agrada de quem escolhe seguir sua orientação, porque escolher o teu próprio caminho, sem temer a Deus é destruir-se.

Voltei para compartilhar as lições aqui no blog

Mais um trimestre juntos!!!
Desta vez estaremos estudando o Livro dos Salmos.
Aqui você tem as lições impressas transformadas em revista digital.
O trabalho de casa é um só durante todo trimestre: ESCREVER UM SALMO.