10 de abr de 2012

A combinação das teclas transborda o sentimento do coração

Faz parte das entranhas do ser humano expressar-se. Fomos criados à imagem de Deus e aquele sopro divino deixou em nós características do Eterno Criador. A expressão humana é transformada em arte. Gosto de pensar que somos semelhantes a um grande processador. Não esses dos computadores. Aqueles processadores que estavam mais próximos do liquidificador. A gente coloca de tudo - é claro que é necessário uma seleção prévia - e o resultado é algo novo.
Produzir arte é deixar tua marca da mesma forma que os desenhos mágicos das cavernas, como Lascaux na França, representam vida. Fazer arte é ter coragem de viver!
Como diz o poeta Rubem Alves, de forma metafórica: "ostra feliz não faz pérola". Pois então, o artista é um incomodado, um angustiado que transforma sua dor em produção consciente. O salmista é o artista bíblico, o poeta, o músico de sua época. Ler os salmos é desnudar a alma da sociedade e bisbilhotar o sentimento que incomodava o ser humano, muita vezes anônimo, que foi processado em forma de poesia.
Entendeu por que eu o estou desafiando para escrever um salmo?
Então, encha-se de Deus! Incomode-se com esse mundo louco e expresse isso através de um salmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário