25 de jun de 2014

Futebol e vida - atacantes


Atacante bom é atacante que faz gol. Atacante bom é artilheiro.
Ele, raramente é mais de um numa equipe. É quem decide.
Ele é quem faz gol, quem define a jogada. 
Não poucas vezes o artilheiro é tido como craque.  
Artilheiro custa caro, é valorizado, aclamado fervorosamente. 
Seus feitos são transformados em música.
Para ele não tem bola perdida. Ele acredita sempre.
O canto da torcida se avoluma quando pronuncia seu nome. 
Ele é o terror dos adversários, a certeza do resultado positivo.
É fácil entender todo clamor, toda paixão que sua presença atrai. 
"A alegria do futebol é o gol!". 
A presença dele é um prenúncio de alegria, de vitória.
Artilheiro surpreende, abre espaço, protege a bola, enfrenta os 'grandalhões' adversários.
Atacante se mata pela equipe. Atacante é vencedor.

Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. 
Neste mundo vocês terão aflições; 
contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo' 
(João 16.33)

Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo;
e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. 
(1 João 5.4)


Nenhum comentário:

Postar um comentário